Um pouco de história

Tudo começou nos anos 1920. O Movimento começou na França com o lançamento de um jornal que s'intitulava Cœurs Vaillants ou seja Corações Valentes. Dirigia-se a todos os rapazes dos 8 até aos 15 anos. A sua divisa : « A cœurs vaillants , rien d'impossible » o que signifia « a corações valentes, nada é impossivel ». Este jornal teve um grande sucesso.



E em 1936 que é reconhecido oficialmente na França o movimento Cœurs Vaillants. Em 1937, o Movimento estende-se às raparigas pela criação do jornal Ames Vaillantes que significa Almas valentes. O Movimento – Cœurs Vaillants- Ames Vaillantes é substituido pelo ACE (Action Catholique des Enfants) (Acção Católica da Infância) em 1956. Vinte anos mais tarde, em 1975, o A.C.E torna-se a Acção Católica das Crianças para bem fazer compreender que o Movimento é o negócio das crianças.

Em 1962 realizouse o primeiro encontro internacional do ACE que dará alguns anos depois nascimento ao MIDADE (Movimento internacional do Apostolat das Crianças).

Na Suiça , o Movimento Cœurs Vaillants-Ames Vaillantes nasceu da transformação da Cruzada Eucaristica que reunia crianças em várias paróquias do pais. As primeiras equipas do Movimento começaram no Jura, à Moutier, em 1942. O Movimento vai estender-se en seguida progressivamente em toda a Suiça de lingua Francesa.

A denominaç ão Cœurs Vaillants-Ames Vaillantes vai pouco à pouco ser substituída par ACE e o MADEP (Movimento de apostolat das crianças e préadolescentes). Hoje, todos os cantões francêses, em excepção de Genebra (ACE), o Movimento chama-se MADEP.